O Vigia da Noite

Até a blogolândia pode e deve ser analisável... Armado do meu mestrado em crítica construtiva aplicada e do meu doutoramento em análise legítima da blogosfera, espero poder contar convosco para concordar e discordar das minhas opiniões sobre tudo o que de tão diferente por aí anda a vogar...

23.10.05

Olhar a blogosfera ao microscópio

O Vigia da Noite recebeu, durante a sua ainda breve existência, um nível de atenção com o qual francamente não contava. Atenção de gente que faz trabalho sério. Atenção de gente que nem por isso. Mas atenção... O que significa que algo nestes moldes pode fazer uma diferença.
Falar mal é fácil mas não é exactamente o que pretendo. Pretendo realizar um exercício de crítica com um nível de seriedade reconhecível, embora sempre correndo o risco óbvio de apanhar com umas maldições por parte dos analisados que recebam "nota baixa". É normal. Mas a verdade é que as análises do Vigia não reflectem mais do que o ponto de vista de quem as escreve. Os links estão sempre presentes e cada leitor é absolutamente livre de ir ver do que se trata e concordar ou discordar do que aqui é dito.
Posto isto, seria muito fácil transformar este metablog num exercício fácil de escárnio e maldizer... A blogosfera está pejada de coisas inúteis e mal feitas. Está também pejada de coisas a roçar o ridículo. Está pejada de gente que não faz a mínima ideia de como se escreve e que ainda assim escreve e até se leva a sério. E está, infelizmente, pejada de blogs que, embora bem feitinhos, não aquecem nem arrefecem, nada têm de particularmente original, nada de particularmente apelativo. Sucede que não quero ir por aí. Não acredito em bater por bater. A crítica é uma análise e, para analisar, deve fazê-lo a partir de material que, de algum modo, valha a pena - para bem e para mal.
É por isso que o Vigia não está a ser actualizado ao ritmo que talvez alguns esperassem. Para desenvolver o trabalho que me proponho, tenho que analisar muita coisa ao microscópio e estabelecer uma selecção que valha a pena. Mas o Vigia vai continuar. Não será mais um daqueles projectos que nascem com fogo de artifício e desaparecem sem aviso, mal as canas dos foguetes se esmagam no solo. Tem é que continuar ao nível que pretendo impor-lhe.
Assim, obrigado a quem nos visitou e até breve. Não posso, em consciência, publicar análises a quem me refira meramente por um gesto de simpatia ou estaria a subverter a ideia inicial. Mesmo se há quem tenha simpaticamente referido este metablog e mereça, de facto, uma análise, uma análise porventura muito positiva, inclusive. Mas vamos com calma... E a algum lado chegaremos.
Um bom domingo para todos!


Imagem de www.pbs.org.

4 Comments:

At 9:00 da manhã, Blogger Mestrinho said...

Um critico tem de ser imparcial. Quando falas em blogs, sem conteudo, compreendo por que as vezes deparo-me com páginas completamente obsoletas. E não tenho o conhecimento, que tu tens, mas sei perfeitamente o que é de direito ou seja toda a critica desde que não interfira com a vida pessoal da(s) pessoa(s) em questão é sempre construtivo. Aprovo a 100% o teu trabalho, e o método (sim, por que se as avaliações fosse à pedido, simplemente perderia essência). No que confere a construção de uma página (blog), na minha opinião, deverá ter sempre algo que "prenda" o visitante.
Criticar é bom, receber criticas também. Alinhar o conteúdo à imagem, é essencial.
O vigia da noite, falou e disse, e isso é um facto.
Abraços

 
At 1:12 da manhã, Anonymous The Watcher said...

O que hei-de dizer senão um muito obrigado grande? Embora sabendo que serei detestado pelos que comentar mais negativamente (em geral e de acordo com o nível de maturidade, mas é humano) e pelos seus apoiantes, espero continuar a merecer o grau de confiança que parece que conquistei em tão pouco tempo... Talvez também seja por isso que, apesar dos milhões de blogs existentes, não consigo actualizar este com uma frequência industrial... Abraço.

 
At 9:20 da tarde, Blogger Mestrinho said...

Pois, um passo de cada vez. A critica que faço sobre as tuas criticas, são como captaste, positiva. Na minha opinião toda a critica bem construida é positiva.
Deixo aqui uma parte do meu webdisclaimer, onde na minha opnião está o básico sobre a politica de privacidade "em relação ao autor" mas tb o sentido critico dos visitantes. Este webdisclaimer é válido para qualquer blog em que o contexto seja pessoal ou mesmo ficticio.
"Infomação do autor.
Este disclaimer aplica-se a qualquer site que onde o autor faça referêcia.
Respeite os direitos do autor.
Relações pessoais e privacidade
•Não pense que sabe tudo sobre o escritor, simplesmente porque lê o seu weblog regularmente. Qualquer opinião que faça, será baseada na informação que tenha sido exposta sobre ele, que provavelmente é indefinida, incompleta ou efeitada. Qualquer opinião que forme acerca dele como pessoa, ou da sua vida como um todo, o melhor é tentar um contacto pessoal (se este estiver disponivel). Lembra-te que tu és o leitor.
•Nunca venha a este Blog com a intenção de divulgar um blog pessoal ou um site, sem ter a sensibilidade de perceber que por trás destas linhas está uma pessoa. Perguntas importunas não serão necessárias, evite-as.
•Se tem uma relação real com o escritor, lembre-se que a comunicação é muito importante. Ver weblogs não é menos sagrado que um diário escondido entre os colchões. Primeiro que tudo, faça com que o escritor saiba que lê o seu weblog, especialmente se ele não lho disse pessoalmente..

Feedback e iniciando contacto
•Se o escritor tiver um guestbook, assine-o. Saudações são sempre aceites e apreciadas. Críticas e repreensão são satisfatórias se tiver algum problema, mas tente permanecer construtivo e não imaturo. Ninguém força-o a dar opiniões, por isso, se não tem nada a dizer, é melhor permanecer silencioso.
•Nunca presuma que o escritor lhe deva alguma resposta. Ele pode receber de poucas para centenas de mensagens por dia a milhares. Algumas responderá imediatamente com satisfação, outras poderá nunca responder. Um escritor tem o direito de parar de escrever a qualquer momento por qualquer razão que lhe caiba, e sobre nenhuma circunstância a deve justificar ou explicar a si ou a qualquer leitor. É o seu weblog, ele pode fazer o que bem entender.

Linguagem ofensiva e materiais
•A internet é um sitio que encoraja a expressão criativa e livre, e como em qualquer ambiente onde as pessoas têm esta liberdade, conflitos podem surgir. Atenção a linguagem ofensiva."

O que quero dizer com isso tudo é que embora um site possa ter uma politica de privacidade "autor". O critico tem de ter sempre um papel, imparcial, e construtivo.. Não estou a dizer que não o tens. Só estou a querer dizer que um critico tem de ter convicção no que "aponta" e isso não te falta.. Friso que os blogs que por aqui vejo "criticados" são de uma qualidade, digamos sublime. Encontrei aqui um bom "canal" de conhecimentos de outros blogs da blogosfera. e por isso só tenho a agradecer.
Um abraço. E acho que não é preciso agradecer o que é merecido.

 
At 3:52 da manhã, Blogger The Watcher said...

Pronto. Ok. Certo. Correcto. Então, não agradecendo agradeço. Abraço. :)

 

Enviar um comentário

<< Home

search marketing sydney
search marketing sydney Counter